Tv e Cinema

Rouba a cena!

 

Olá, pessoal!

Férias escolares são sempre sinônimos de várias animações estreando no cinema e acredito que todo mundo acompanhou o sucesso dos Minions. Eu particularmente não gostei do filme, mas não posso negar que os minions são extremamente fofos e me fazem rir à toa.

O post de hoje não é só sobre eles, mas de coadjuvantes de filmes que se saíram tão bem, mas tá bem, que ganharam um filme próprio, afinal, Meu Malvado Favorito é muito bom, tem uma histórica bem bacana com mudança de perspectiva, onde o vilão não é algo necessariamente ruim. No entanto, o que mais nos faz rir e se divertir no filme são os Minions. A ideia, então, de fazer um filme só deles não parecia ruim, certo? Pois é, eles não foram os primeiros a se destacaram a esse ponto, selecionei alguns outros filmes para vocês.

Gato de Botas

Nessa mesma vibe de Minions, surgiu em 2011 o filme Gato de Botas, que tinha aparecido anteriormente em Shrek. Eu achei estranho um filme do Gato sendo que o Burro é muito mais engraçado, a única coisa “fofa” do Gato são os tão famosos olhos. Acredito que eles quiseram aproveitar que o Gato em si é um conto de fadas. O filme também mistura a história do João e o pé de feijão, já que mostra um casal de ladrões de feijões mágicos que o Gato persegue na esperança de conseguir os tais feijões. É bacana assistir na versão original com a voz do Antonio Banderas, o sotaque fica super charmoso!

Os Pinguins de Madagascar

A mesma história se repete em Madagascar, mesmo com quatro protagonistas (bem legais, por sinal), quem rouba a cena são os pinguins, com seus diálogos inteligentes e sacanas muito boas. No começo desse ano, lançaram Os Pinguins de Madagascar e, gente, assistam! É divertidíssimo! A dublagem perde algumas piadas, além de não ter a voz do Benedict Cumberbatch, então se tiverem a oportunidade, assistam no original!

Malévola

Ainda em desenhos, ou quase, tem Malévola (2014), que é história da Bela Adormecida no ponto de vista da vilã. Aliás, antes do episódio do nascimento da Aurora, mostra a origem da Malévola, uma fada com chifres e asas que se apaixona por um humano. Ele corta suas asas para se tornar rei e ela se torna tão amargura que decide colocar um feitiço na filha dele. Bom, o resto vocês já sabem, né? Quer dizer, eles mudam o final e me incomoda muito como eles conduziram o filme, mas a Angelina Jolie tá incrivelmente assustadora. Recomendo o filme só por ela.

Wolverine

Mudando um pouco das animações, Wolverine ganhou destaque na trilogia X-men e ganhou dois filmes solos, X-men Origens: Wolverine (2009) e Wolverine imortal (2013). O primeiro eu acho bem ruinzinho, mostra, como diz o nome, a origem do Wolverine, como ele conseguiu suas garras de adamantium e surgem alguns mutantes (inclusive o Deadpool, que vai ter um filme solo). Já o outro é mais divertido, mostra um episódio em que ele vai ao Japão e ele conhece a Mariko, um dos romances que ele teve (para quem lê as HQs fica mais claro). Hugh Jackman está uma máquina de músculos em ambos os filmes, além do humor ácido de sempre do Wolverine. Não sei se gosto dos filmes, mas com certeza gosto do super herói.

No final das contas, o que vocês acham? Eles deveriam ter permanecidos nos filmes de origem ou foi legal o filme próprio? Me conte aí nos comentários!

Até a próxima, pessoal!

Beijos!

Sobre o autor

Carla, 29 anos, publicitária, fotografa, social mídia, artesã. Louca da natureza, velharias e bichos. Mais na aba aba sobre e por todo o blog.

(2) Comentários

  1. Eu adorei Malévola, mas pra mim ela sempre foi a principal da história mesmo, não adianta. Esse filme É dela, Angelina tá impecável.

    Um beijo!
    Re

    1. @Re Vitrola, o filme é dela, sim, mas não em A Bela Adormecida, haha foi o que eu quis dizer!

      Beijos, Re! (:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *