Tv e Cinema

Machistas não passarão!

Olá, pessoal!

Acredito que a maioria de vocês sabe, mas nesse final de semana foi o ENEM e as redes sociais foram ao delírio quando descobriram o tema desse ano: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira. A proposta incluía diversos textos com dados estatísticos sobre as ocorrências de violência contra a mulher na última década e pedia, como proposta, uma intervenção para isso. Esse ano o feminismo ganhou muita forma e força, o que gerou grandes conflitos não só entre homens e mulheres, mas entre nós, mulheres, também. Selecionei alguns filmes que retratam diversos tipos de violência com mulheres, mas cuidado que alguns deles têm spoilers.

Thelma e Louise

Para começar, não poderia deixar de citar Thelma e Louise, filme de 1991 com Geena Davis e Susan Sarandon nos papéis principais. As duas são amigas que decidem viajar e, durante a viagem, Thelma é quase violentada. O quase é porque Louise chegou a tempo e atira no cara antes de algo mais grave acontecer. As duas passam a ser procuradas pela polícia, mas mesmo assim, elas não se arrependem. Vou deixar uma fala da Thelma aqui e espero que vocês assistam a esse filme o mais rápido possível: “minha vida estaria muito mais arruinada que agora. Só que agora tô me divertindo.” (tradução livre)

Doce vingança

Doce Vingança, de 2010, é um filme de terror/suspense bem tenso. Uma escritora se isola em uma cabana a fim de escrever seu livro e várias pessoas da redondeza se aproveitam por ela estar sozinha. Ela passa por várias humilhações de vários aspectos e quase não escapa viva. Ao escapar, ela planeja a vingança de todos que participaram dos abusos cometidos. Não recomendo o filme para quem não gosta de assistir torturas (como eu), pois digamos que ela é bem criativa com as vinganças. Para quem se interesse, esse filme ainda tem mais duas continuações.

Ensaio sobre a Cegueira

A história vocês conhecem, não? Ensaio sobre a cegueira é o filme de 2008 baseado na obra de José Saramago e retrata uma cegueira imediata que atinge todo mundo, com exceção de uma mulher interpretada pela Julianne Moore. Como ação desesperada do governo, as pessoas foram afastadas e colocadas em quarentena, de forma que passam a viver institivamente, criando suas próprias regras de sobrevivência. O que poderia ser uma vantagem, acaba sendo um fardo para a mulher, pois ela presencia em silêncio todas as barbáries desse novo estilo de vida: o sem regras. As atrocidades são impulsionas principalmente por causa do personagem interpretado pelo Gael Garcia Bernal, que abusa das mulheres de todas as formas possíveis. O filme é um soco no estômago, mas necessário para entender os limites (ou a falta de) do ser humano.

Tess

Tess – Uma lição de vida também é um filme baseado em um romance, dessa vez de Thomas Hardy. O filme foi dirigido por Roman Polanski em 1979 e mostra a mudança na vida de Tess, filha de um trabalhador rural,  ao descobrir um parentesco de uma família nobre, os D’Urberville. Tess estão é enviada por sua família para visitar um primo, que a seduz e abusa dela. Eu não quero contar o final, então vou terminar por aqui. É importante pensar no filme não só como romance histórico, mas transpassando para a nossa sociedade. Tess sofre muito pelas convenções da sociedade do século XVIII, embora infelizmente ela sofreria os mesmos julgamentos no século atual.

A proposta do ENEM não poderia ter vindo numa melhor hora, pois mostra que o espaço que as mulheres querem conquistar não é modinha, não é femismo, não é frescura; é pertinente, é necessidade, é direito. As mulheres dos filmes que citei acima conseguiram suas devidas justiças de maneira extrema e eu espero viver me um mundo onde ninguém seja obrigado a passar por isso, onde os homens consigam respeitar nossa causa e as mulheres, se engrandecerem!

Vou parafrasear os lindos memes que surgiram no domingo e dizer que: machistas não passarão. No vestibular e nem na vida.

Beijos e até a próxima!

Sobre o autor

Carla, 29 anos, publicitária, fotografa, social mídia, artesã. Louca da natureza, velharias e bichos. Mais na aba aba sobre e por todo o blog.

(8) Comentários

  1. Oi Ca,

    Amei a tema da redação já estava na hora do povo saber o que nós mulheres aguentamos né?
    Que post incrível, em alguns filmes que eu não assistir mas vou assistir em breve com certeza.

    Beijos da Thay :*

    1. @Thayna Pasquariello Novais, Assista assim que possível! (:
      Beijos!

  2. Quase chorei de emoção ao ver o Enem abordando questões de pensadores como Freire, e Beauvoir! Gente, isso ensina as pessoas a criar pensamento crítico! E quando vi o tema da redação… mais amor ainda! É incrível ver que estamos falando alto suficiente pra serem escutadas, e que o Estado saiba a necessidade da discussão sobre isso. Enfim, eu amo Thelma e Louise, e tenho Tess no DVD, comprei pq amo Polanski, mas nunca assisti. Shame on me. Eu lembrei que a Rosamund Pike, atriz de Gone Girl, tá estrelando um filme desse ano que chama Return to Sender, sobre uma mulher que planeja vingança a seu estuprador. Dá uma conferida no youtube no trailer! Acho que já tá disponível pra baixar, quero conferir! Ah, adoreeei o layout novo!!! Até a mini Carlinha segurando balãozinho aqui do lado, mudou o look. Fofura!!! Beeeijos!

    1. @Kaka Farias, Sim! Também ficou super emocionada com as abordagens do ENEM, isso mostra o quão importante é a nossa luta e que estamos conseguindo alguma sororidade! Fiquei super curiosa com esse filme da Rosamund, vou procurar. Aliás, ,Gone Girl seria um ótimo filme pro meu post, mas já usei aqui outras vezes, não quis repetir.
      Beijos!

  3. Eu sei que pelo fato de ser homem, não sei terço a metade do que passam, mas vou confessar que fiquei muito feliz em saber o tema do ENEM. Teve uma imagem que eu compartilhei em meu perfil que diz assim “É o ENEM dizendo ‘quer passar em uma universidade? Aprenda a ser gente, primeiro”. Gostei muito do post!
    Bjuus <3
    http://www.aolhardeumgaroto.blogspot.com

    1. @Igor Cavalcante, não é porque você é homem que você não pode ficar feliz pelas conquistas das mulheres, Igor (:
      Aliás, obrigada!

  4. Oieee! De todos esses filmes eu somente assisti o ensaio sobre a cegueira.. E realmente achei um filme bem forte. Acho meio forçado toda essa repercussao do ENEM. Eu adorei o tema da redacao.. Mas aff, o que esperar do mundo depois da repercussao do #primeiroassedio ne? ;/ Beijos

    http://www.verdadeescrita.com/google-cade-o-amor/

    1. @Rebeca Stiago, parece que as nossas conquistas são apagadas quando tem essas coisas opostas, né? Mas não, Rebeca! Estamos ganhando força, acredite 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *