Exposições fotografia

Conhecendo a Vila Itororó

Olá, como vocês estão?
O post que hoje é bem especial, por ser sobre um lugar daqueles que tira o folego: A Vila Itororó.

Primeiro um pouco da história:

Itiroro

Localizada na Bela Vista, ela ocupa uma quadra inteira, com um palacete e 37 casas, nos leva a uma viagem no tempo para a São Paulo do início do século XX.

Começou a ser construída na década de 1910 por Francisco de Castro, com o intuito de servir de habitação em meio a expansão progressiva da cidade que em 10 anos triplicou em população. A Localização, na região central, bem próxima a bairros ocupados em grande maioria por imigrantes, Liberdade, Bela Vista e Bom Retiro, foi ideal. Ter um pedaço de historia, um retrato das moradias da época como esse, ainda de pé, é muito rico, incrível.

A construção é vista como pitoresca por juntar diversos elementos diferentes, o que é visto comumente em São Paulo, mas o diferencial aqui é que os prédios foram feitos com materiais de refugo, reciclados de outras demolições.
Observando agora, em que parte prédios estão deteriorados, é possível identificar portões usados como ferragem, tijolos em tamanhos diferentes, trilhos de ferrovia, madeira, pilares, ornamentos, que foram anexados durante o processo de edificação.

Itiroro
Itiroro
Itiroro
Itiroro

A Vila cresceu muito, tal qual um condomínio contemporâneo, e englobou até o clube Éden Liberdade, um espaço de lazer, com salão, piscina, e planos ambiciosos de se tornar um parque, foi a primeira piscina “pública” de São Paulo.

Itororó

Em torno no tombamento e restauração tem a questão da moradia. Durante o período em que a Vila esteve sem supervisão, foi ocupada por famílias que tiveram de ser deslocadas em 2006. Sem direito ao usocapião que a lei garante mesmo tendo vivido mais de 5 anos, algumas delas ainda desejam voltar.

Itiroro
Itiroro

Passei anos pelas construções escondidas por tapumes e não tinha noção do tamanho real do lugar. Quando chegamos procuramos registrar visualmente os detalhes e só depois entramos nas salinhas onde a história é contada e foi muito bom entender os processos pelos quais o lugar passou, se sentir dentro da história e também o tapa na cara de porque o lazer (dos mais privilegiados) e a história passada, a preservação do patrimônio é mais importante que a moradia para pessoas em situação de vulnerabilidade.

Tinha uma aula de forró rolando, em outra área, um grupo ensaiava Saxofone e quando estávamos quase indo embora, um rapaz tocando piano. A trilha sonora fez o dia perfeito, sai de lá muito feliz.

Itiroro
Itiroro

Mais sobre a história e o projeto: clique.
No deles site também é possível encontrar a agenda de eventos.

Fotos autorais, créditos a: Carla Nascimento @faltouacucar

A Vila Itororó abre de Terça a Domingo das 10hrs as 19hrs.

Não vimos restaurante/lanchonete fixa, fica próximo ao metro São Joaquim e pontos de ônibus, porém pouco acessível a cadeiras de rodas e surdos, imagino que por ser um canteiro aberto e estar na fase inicial de abertura (acabamos reparando porque durante nossa visita houve a reclamação de uma mãe).

Espero que tenham gostado e visitem também!

Sobre o autor

Carla, 29 anos, publicitária, fotografa, social mídia, artesã. Louca da natureza, velharias e bichos. Mais na aba aba sobre e por todo o blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *